segunda-feira, abril 24, 2006

quase poema

Um dia, numa explanada à beira-mar, hei-de voltar a ser só comoção.