quarta-feira, abril 26, 2006

a digerir

Investigadores franceses anunciaram hoje a identificação de uma zona específica do cérebro humano indispensável à leitura. Mais exactamente no lóbulo temporal esquerdo. Um pedacinho de massa cinzenta que, quando em falta, torna impraticável esta função. Mas o que me deixou perplexa foi a frase do Dr. Raphael Gaillard: " o surpreendente é que um elemento cultural como a leitura, muito recente em termos de evolução e desnecessário para a sobrevivência da espécie, acabou por ter um espaço no cérebro".
A natureza sabe ou não o que faz? A digerir...