quarta-feira, junho 28, 2006

peixe graúdo

Hoje tornou-se oficial: a Bertelsmann comprou a Bertrand, via Círculo de Leitores. Ao contrário dos que se exasperam com as corporações, a concentração, e o domínio dos mercados, eu vejo a oportunidade. A Globalização permite o muito grande e o muito pequeno. Só deixa de haver lugar para meios-termos. Mais, este afunilamento cria espaços e estimula os projectos alternativos. As pequenas editoras, as pequenas livrarias, as pequenas comunidades, os autores de culto. Sobra uma "imensa minoria". Só não podemos querer jogar o mesmo campeonato.

3 Comments:

Anonymous Espírito. said...

Direi mais! A FNAC que se amanhe com a Bertelsmann.

junho 28, 2006 6:45 da tarde  
Blogger Paulinho ASSUNCÃO said...

Do lado de cá do Atlântico, concordamos com régua, esquadro e compasso.

julho 15, 2006 1:52 da tarde  
Blogger Luís Filipe Cristóvão said...

é exactamente isso!

;)

julho 15, 2006 8:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home