sábado, abril 29, 2006

bagagem

Sou do tipo que guarda. Na cabeça, sobretudo. Polaróides, curtas-metragens, fragmentos de diálogo e silêncios. Mas vou também acumulando cadernos, agendas, receitas, postais, fotografias. Para que novas coisas aconteçam e se acomodem é preciso libertar espaço. Nesta mudança, estou a tentar reduzir a bagagem ao essencial.