sábado, maio 20, 2006

MEC

No meu habitual deambular (só) aparentemente sem sentido, dei de caras com dois textos do Miguel Esteves Cardoso. Por motivos bem diferentes, isto e isto, comove-me.